/ vida

estamos atendendo em novo endereço

este blog continua temporariamente desativado, mas estamos atendendo em outro endereço: bitchpop.wordpress.com

/ vida

estamos atendendo em novo endereço

este blog continua temporariamente desativado, mas estamos atendendo em outro endereço: bitchpop.wordpress.com

Malévola: um esforço da Disney para se comunicar com as garotas de hoje

Esta semana estreou “Malévola”, novo filme da Disney que retoma a história de “A Bela Adormecida” (1959) pelo viés da vilã. O longa tem alguns problemas de roteiro típicos de filmes de estúdio, sem uma autoria forte, mas traz ideias

Malévola: um esforço da Disney para se comunicar com as garotas de hoje

Esta semana estreou “Malévola”, novo filme da Disney que retoma a história de “A Bela Adormecida” (1959) pelo viés da vilã. O longa tem alguns problemas de roteiro típicos de filmes de estúdio, sem uma autoria forte, mas traz ideias

“O Lobo de Wall Street”, de Martin Scorsese, e o público “babaca”

“O Lobo de Wall Street” é um filme histérico. Isso não é nem um problema, nem uma virtude, mas é bom dizer logo e tirar do caminho para ir ao que interessa. Martin Scorsese adapta as memórias de Jordan Belfort

“O Lobo de Wall Street”, de Martin Scorsese, e o público “babaca”

“O Lobo de Wall Street” é um filme histérico. Isso não é nem um problema, nem uma virtude, mas é bom dizer logo e tirar do caminho para ir ao que interessa. Martin Scorsese adapta as memórias de Jordan Belfort

Oscar 2014: Surpresas, manjados e o que os indicados dizem sobre a Academia

Eu, Chico Fireman e Roberto Sadovski gravamos hoje um vídeo para o UOL comentando os indicados ao Oscar 2014. Assiste lá:

Oscar 2014: Surpresas, manjados e o que os indicados dizem sobre a Academia

Eu, Chico Fireman e Roberto Sadovski gravamos hoje um vídeo para o UOL comentando os indicados ao Oscar 2014. Assiste lá:

“A Grande Beleza”, de Paolo Sorrentino: a beleza da banalidade

“A Grande Beleza” não me sai da cabeça desde que assisti ao filme. Tanto que imediatamente pensei nele ao ler a coluna do Contardo na Folha de ontem. O assunto era a tragédia do artista –as drogas, doenças e guerras

“A Grande Beleza”, de Paolo Sorrentino: a beleza da banalidade

“A Grande Beleza” não me sai da cabeça desde que assisti ao filme. Tanto que imediatamente pensei nele ao ler a coluna do Contardo na Folha de ontem. O assunto era a tragédia do artista –as drogas, doenças e guerras

/ vida

casamento

ele gostou de conhecer meus livros, e eu gostei de conhecer sua guitarra e seus vinis (mas precisei ter paciência). e mais paciência ainda para conseguir juntar os livros, a guitarra e os vinis. a casa mudou pouco, mas o

/ vida

casamento

ele gostou de conhecer meus livros, e eu gostei de conhecer sua guitarra e seus vinis (mas precisei ter paciência). e mais paciência ainda para conseguir juntar os livros, a guitarra e os vinis. a casa mudou pouco, mas o

dor de cabeça existencial

a cabeça pesava sem chegar a ser dor. era mais como se estivesse cheia demais e todos os pensamentos desconhecidos fizessem pressão contra as têmporas e a testa. e se espremessem até esbarrarem no septo e ficassem com medo de

dor de cabeça existencial

a cabeça pesava sem chegar a ser dor. era mais como se estivesse cheia demais e todos os pensamentos desconhecidos fizessem pressão contra as têmporas e a testa. e se espremessem até esbarrarem no septo e ficassem com medo de

/ vida

pausa

Como diz minha amiga Natalia, pessoas felizes não escrevem contos. Pausa na literatura para me alimentar de vida.

/ vida

pausa

Como diz minha amiga Natalia, pessoas felizes não escrevem contos. Pausa na literatura para me alimentar de vida.